Arte e Cultura Feita Por Todos Para Todos


CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA DAR SUA CONTRIBUIÇÃO. OBRIGADO!!!

http://vaka.me/913679

Estamos nos encaminhando para nossa 7ª Edição e pretendemos a cada ano melhorar nossa parte estrutural, de segurança e na qualidade de nosso entretenimento. Naturalmente, com o crescimento do evento, os custos também aumentam e o Musinic hoje procura novas maneiras que possam possibilitar a continuidade desse lindo evento de maneira financeiramente sustentável.  

Todas as edições até hoje foram realizadas de maneira voluntária pela produção do Musinic e com apoio financeiro através de empresas e instituições locais.

Mas sabemos das dificuldades que nosso país enfrenta economicamente e isso sem dúvida terá um impacto no nosso querido festival, pois está cada vez mais difícil para empresas investirem em um evento como esse.

Para precaver qualquer possibilidade de cancelamento do nosso festival, planejamos, através desse financiamento coletivo, garantir alguns de nossos custos pontuais e trabalhar com mais segurança na contratação de nossos artístas, investindo na parte de infra-estrutura e na remuneração de membros da produção do evento e de serviços tercerizados.

Sabemos o poder que a comunidade tem quando trabalhamos juntos e tua singela contribuição significaria o mundo para nós e trabalharemos com a convicção de que é sim, possível fazer com que um sonho utópico se torne realidade.

PRECISAMOS DE RECURSOS PARA:

  • continuar com acesso gratuito ao públicotanto para os espetáculos e para oficinas
  • melhorar nossa segurança – esperamos que mais de 10,000 pessoas compareçam ao evento
  • ampliar nossa infra-estrutura – precisamos de mais conveniência para nosso público
  • inovar nosso entretenimento – porque sempre queremos que as pessoas tenham experiencias inesquecíveis, para todas as idades

E a recompensa?

Um evento único na região, com um entretenimento de qualidade e com acesso gratuito à todos, onde se pode adquirir novos conhecimentos através de nossas oficinas, apreciar uma culinária típica da região, trocar livros usados, fazer novas amizades e participar efetivamente do desenvolvimento sociocultural da região. Além é claro, de incentivar o trabalho de artístas independentes que enrriquecem nosso festival com seus trabalhos autorais, em um ambiente cênico de natureza exuberante.

  • UM POUCO MAIS SOBRE NÓS. 

O Musinic tem cunho social, cultural e ambiental:

O objetivo principal do Musinic desde sua inserção no calendário cultural regional em 2015 foi de unir a comunidade local, introduzir novos conceitos em entretenimento, divulgar trabalho de artistas independentes  e abordar temas importantes como a preservação ao meio-ambiente. 

Apesar de Guaíra já contar com grandes eventos culturais, como a Festa das Nações e as festas de Fim de Ano, as atrações são de gêneros musicais comerciais e mais populares. Notamos que, especialmente para o público jovem, estava faltando algo que além de fornecer um entretenimento mais alternativo, pudesse também educar, conscientizar e confraternizar. Geralmente, tais eventos custam muito caro ao consumidor e por isso decidimos realizar o evento com entrada franca. 

A participação da comunidade local vem se fazendo cada vez mais ativa e sem dúvida são o que fazem o festival se tornar possível; desde apoio financeiro de empresas locais, assim como exposições de artistas, desfile de fanfarra, grupo de escoteiros, gastronomia local, empreendedorismo infantil – regido por escolas públicas, grupos de esportistas e instituições de caridade, fazendo assim com que o evento pertença a eles também. 

O Musinic oferece um ambiente tranquilo e seguro para toda família. Com entrada franca possibilitamos que todos tenham acesso à arte e à cultura de qualidade, sem distinção de classe social, credo, gênero, raça e idade. 

Nós nos orgulhamos por ser um festival onde todos possam se divertir.

O local do evento não prega nenhuma restrição àqueles que necessitam de auxílio para se mobilizarem, seja com a ajuda de cadeira de rodas ou com qualquer outro tipo de assistência.

Contamos com banheiros químicos para cadeirantes com fácil acesso e também com um grupo de voluntários que estão à disposição caso alguém precise de ajuda ou necessitam saber mais informações.

Todas as oficinas são gratuitas com o objetivo de desenvolver o conhecimento em diversas áreas. Por se tratar de uma cidade de fronteira, este item se torna fundamental, pois tais oportunidades nem sempre são estimuladas e geralmente são de custo alto.

Enquanto artistas de diversos locais do Brasil, incluindo países vizinhos como Paraguai e Argentina apresentam o que há de melhor na cena alternativa, contamos também com talento local, mantendo nossa principal intenção de promover trabalhos autorais e incentivar o desenvolvimento cultural e iniciativas independentes, criando assim oportunidades para artistas adquirirem exposição a uma grande e variada audiência e de forma profissional.  

Marina Peralta - Musinic 2019

Desde a primeira edição o Musinic foi desenvolvido no pilar: MEU LIXO, MINHA RESPONSABILIDADE.

O Musinic sempre visa promover a conservação do meio-ambiente e do espaço público utilizado. Contamos com a contribuição do público presente, que são estimulados durante todo o momento para que se responsabilizem pelos seus próprios resíduos. Em 2019 não foi diferente. Durante os dois dias de evento foram recolhidos aproximadamente 500Kg de resíduos recicláveis ao final do evento; e nós nos orgulhamos muito por fazermos parte dessa conscientização e de poder ajudar a comunidade a perceber a importância do tema.        

Sabemos que este assunto é de importância mundial e temos conhecimento de que o problema é de caráter cultural. Através de iniciativas como esta passamos a cultivar bons costumes e nos tornamos uma comunidade mais evoluída.

O Musinic vem se consolidando como um dos eventos culturais que mais crescem na região Oeste do Paraná e hoje conta com um potencial de mídia com alcance acima de 100.000 pessoas. Os últimos 5 anos serviram para nós estabelecermos a nossa idéia e hoje nosso sonho tornou-se realidade.

POR QUE VAQUINHA?

O Musinic, como mencionado acima, fora sempre realizado de uma maneira voluntária e com apoio de patrocinadores. Em 2020 ainda dependeremos de patrocinadores e demais apoiadores, porém, com o dinheiro erracadado através dessa campanha, a pressão diminuiria e não precisaríamos temer um possível cancelamento do evento devido a falta de capital. Geralmente trabalhamos com captação de recursos até dias antes do evento e essa prática não é mais viável com nossa única opção de arrecadação, uma vez que o festival tem crescido exponencialmente e não podemos mais correr altos riscos. Seria uma garantia a mais para que possamos continuar realizando um evento de tamanha magnitude e de forma gratuita ao público. 

EQUIPE:

Artur Tixiliski – Co-Fundador e Diretor Criativo

Nascido em Curitiba, mudou-se para Guaíra no ano 2000 onde começou a trabalhar com música aos 13 anos de idade. Em 2003, Artur mudou-se com sua família para Oxford,  Inglaterra e hoje reside na cidade de Bristol. Formado em fotojornalismo na faculdade de Falmouth, Artur trabalha como freelancer na área e faz parte de um grupo musical chamado Soma Soma, com qual lançou dois discos e  faz shows em diversas cidades pelo país, incluindo alguns dos festivais mais prestigiados da Europa como Shambala e Wilderness. Durante os 16 anos de Inglaterra, Artur teve a oportunidade de conhecer mais de 13 países na Europa assim como Índia, Marrocos, Israel e EUA. Em 2015, durante um período em que passou pelo Brasil, fundou o Musinic junto com Marcelo de Lima e desde então trabalha remotamente no projeto com a direção criativa, responsável pela seleção de artistas, design e marketing.

Marcelo de Lima – Co-Fundador e Diretor Operacional

Natural de Curitiba-PR, morou no Uruguai entre 1994 e 2001. De volta ao Brasil tornou-se malabarista e artista de rua em 2002 quando começou a viajar por diversos países adquirindo conhecimentos socioculturais e aprimorando suas técnicas. Em 2004 tornou-se professor de de artes circenses e desde 2013 reside em Guaíra, oeste do Paraná. Em 2014 deu início a um projeto de circo social (Escola Guaíra de Artes Circenses), no qual atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e em 2015 idealizou e realizou o primeiro festival Musinic. Hoje diretor operacional, Marcelo se responsabiliza por toda parte estrutural pré e pós evento e pela execução do mesmo gerenciando as áreas gastronômicas, de artesanato, segurança, oficinas, seleção de artistas circenses e espaço infantil.